AtualidadesHomeO Canto do Joca

MBL articula candidatura a prefeito de S. André para 2020

Joaquim Alessi

Coordenador do MBL (Movimento Brasil Livre) no ABC, Marcio Colombo foi candidato a vereador em Santo André pelo DEM em 2016 e obteve 578 votos, mas com o crescimento do trabalho e os resultados das eleições em 2018 para diversos integrantes do grupo, para alguns dos quais ele trabalhou, seu nome começa a despontar como possível candidato a prefeito em 2020. Ele se diz honrado com a lembrança de seu nome e confessa estar se preparando para novas missões. Formado em Administração, agora acaba de concluir Direito e afirma que vai estudar para o exame da OAB, embora não tenha a intenção de advogar.

Semasa

Colombo tem propostas para Santo André sem querer redescobrir a América. “Precisamos fazer o básico, como, por exemplo, privatizar a Semasa, que acumula dívida de cerca de R$ 4 bilhões com a Sabesp, e a população paga, seja na conta, seja com o sacrifício da falta de água”.

Catracas

Outro tema destacado na entrevista: instalação de catracas para controle de acesso à Câmara de Santo André, ao custo de cerca de R$ 600 mil.

 

Rever tarifas

Colombo não se furta de encarar temas polêmicos, como, por exemplo, “acabar com a gratuidade da tarifa de transporte público, primeiro para quem já pode pagar, e depois para todos, quando todos tiverem salários capazes de fazer frente a esses custos”.

Ônibus péssimo

Aliás, a tarifa do transporte público em Santo André e a péssima qualidade do serviço foram debatidas em audiência pública na Câmara Municipal, com a presença do deputado estadual Luiz Fernando Teixeira Ferreira (PT), que discorreu sobre a importância de debater o tema em todo o ABC e outras regiões.

 

Assalto

Precisamos discutir custo e modelo do transporte público em nosso país. Tarifa a R$ 4,75 não é apenas assalto, é sacanagem com o trabalhador, pois R$ 4,75 tira do cidadão o direito de ir e vir, tira do desempregado o direito de buscar o seu trabalho. Além disso, o valor prejudica o emprego, pois quanto mais alta a tarifa, mais alto custa o funcionário, e o patrão muitas vezes deixa de contratar”, lembrou.

 

Coragem

Luiz Fernando disse que a necessidade de termos transporte público de qualidade é urgente, e o modelo atual não deu certo, pois a conta entre custo e valor da passagem não fecha. Ele ainda parabenizou o vereador Willians Bezerra (PT) pela iniciativa em propor o debate. “É preciso coragem para chamar uma audiência pública como essa, onde temos representantes, técnicos, empresa e sobretudo os usuários do transporte público”.

 

Participantes

Além de Luiz Fernando e do vereador Willians, compuseram a mesa Rodrigo Verroni, especialista e consultor na área de transportes, e Luiz Marcondes, gerente-geral da Aesa (Associação das Empresas do Sistema de Transporte de Santo André). A audiência foi aberta pelo presidente da Câmara Municipal de Santo André, vereador Pedrinho Botaro.

 

Crise da água

A crise da água em Santo André, que continuou a ser sentida pela população no dia de ontem, será debatida na Câmara Municipal na segunda-feira (18), a partir das 19h, no Plenário do Legislativo.

Etiquetas
Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar