Politica

Vereador Ramon Ramos repudia nota de Luiz Marinho

  O vereador de São Bernardo, Ramon Ramos se posicionou, por meio de nota, sobre o manifesto do ex-prefeito Luiz Marinho diante da imprensa, após ter contas rejeitadas na Câmara.
O parlamentar abriu o comunicado da seguinte forma: “nós, vereadores que votamos pela rejeição das contas do ex-prefeito Luiz Marinho, o fizemos de tal forma, para deixar evidente que o dinheiro público não foi respeitado em sua gestão”, o parlamentar destacou que “o Ministério Público de Contas recomendou ao Tribunal de Contas do Estado a rejeição das contas de Luiz Marinho, entretanto, o Tribunal fez duros apontamentos contra as contas”.
Ramon esclareceu que “o Tribunal de Contas é um órgão auxiliar na fiscalização dos poderes, porém, o veredicto final das contas dos prefeitos é da Câmara Municipal”, ao lembrar recente episódio “onde o Jornal O Globo cita a delação do ex-presidente da OAS, Leo Pinheiro, que compromete um dos principais contratos da gestão do Luiz Marinho, o Centro Seco, que em 2015 estava em execução”.
Para finalizar a nota, Ramon, diz que os parlamentares repudiam “a nota encaminhada à imprensa, pelo Luiz Marinho, onde falta com a verdade e mais uma vez, desrespeita a Câmara dos Vereadores de São Bernardo. Nós, vereadores, sustentamos que é gritante a razão por não aprovar as contas do Marinho, considerando principalmente as diversas dívidas deixadas para a atual gestão, que soma mais de R$200 milhões”.
Na imagem logo acima, planilha com os nomes e votos dos parlamentares contra e a favor das contas de Luiz Marinho. Sufrágios em “sim”, favoráveis a aprovação da contabilidade e “não” contra os valores.

Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar