Política

Lula quer freio de Cunha em impeachment

 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve ontem em Brasília com o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O petista fez a agenda no intuito de tentar conter o ímpeto do peemedebista com a tramitação de um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT).  Sem meias palavras, Lula pediu a Cunha que segure os pedidos de afastamento. O ex-presidente avalia que na atual conjuntura, se a iniciativa começar a vingar na Casa, será difícil conter a pressão das ruas. Na conversa, Lula repetiu a Cunha o discurso que tem confidenciado a alguns aliados ao qualificar como “gravíssima” a situação de sua sucessora devido à conjunção das crises política e econômica. A agenda foi considerada um “divisor de águas”, pois,  além de Cunha pertencer ao PMDB, partido que tende a fazer a diferença numérica no Congresso em uma eventual votação do processo, o peemedebista tem sido a principal voz contrária ao Planalto desde que declarou ser oposição ao governo Dilma. 

Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar