EditorialHome

Um Carnaval animado e com segurança

 

Chegou ao fim o Carnaval e o público tem duas opções, observar os números levantados  pelos governos estaduais em todo o país ou simplesmente seguir os mais variados vídeos que estão sendo jogados na internet mostrando atos de violência isolados e até mesmo vídeos de carnavais passados que chegam na rede dando a impressão que acontecerão nesse Carnaval.
Infelizmente, as fake news estão cada vez mais presentes e trazendo um vedadeiro pânico para a sociedade. Essa falta da sensação de segurança pregado por esses grupos na internet com vídeos fakes ou de atos isolados em meio ao Carnaval causam um pensamento generalizado de que todos os festejos foram na
realidade uma avalanche de coisas ruins acontecendo uma atrás da outra. De fato o Brasil está longe do ideal no quesito segurança. Porém, os números dados por todo o Brasil sobre a realidade da segurança durante o Carnaval é bem diferente do divulgado nos vídeos que invadem a internet.
A realidade é que em mais um ano o Carnaval conseguiu reunir números altos de pessoas que puderam aproveitar e festejar uma das datas mais importantes e que é de fato, a vitrine para o turismo brasileiro. No Rio de Janeiro, seja dentro da Sapucaí como nos blocos de rua, tivemos de fato ambientes seguros e saudáveis para quem quis se divertir. Obviamente não sejamos hipócritas. Obviamente houveam problemas, houveram situações difíceis e etc. Porém, a parte positiva, ao qual esses perfis na internet não mostram, existiram e existem de fato.
Aliás, basta passear pelo perfil dos foliões na internet para se deparar com fotos alegres com dizeres do tipo “não acaba Carnaval”, “Volta Carnaval”, entre outros. Por esse lado podemos ver a realidade do que tivemos dentro do Carnaval em todo o país.
Mostrando mais uma vez que a economia do turismo bateu recordes mais uma vez de lotação.
Por isso, tomar cuidado com os vídeos que chegam pela internet direto no celular.
Muitos deles nada mais são do fake news produzidas para trazer um desespero errôneo, seja por questões políticas ou simplesmente para trazer o caos sem sentido para a população e tentar estragar a festa de quem ama a melhor festa do ano.
Mostrar Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo