CidadesHomeSão Bernardo do Campo

Audiências públicas para Revisão do Plano Diretor debatem cidade mais sustentável 

Encontros, com transmissão ao vivo no YouTube da prefeitura, promovem participação da população com demandas sobre incentivo a novas indústrias, proteção de nascentes, novos equipamentos culturais, além de expansão da mobilidade

A partir desta quinta-feira (8/2), a Prefeitura de São Bernardo promove, por meio da Secretaria de Obras e Planejamento Estratégico, novas rodadas das audiências públicas para dar continuidade ao debate da Revisão do Plano Diretor.

Chamadas de ‘devolutivas’, os encontros visam aperfeiçoar a lei adequando o plano às transformações que o município sofreu nos últimos dez anos em diversas áreas como a social, a economia, além das mudanças ambientais e tecnológicas.

A primeira reunião, hoje, a partir das 19h, no Plenário Tereza Delta, da Câmara Municipal, será com o tema de ‘Uso e Ocupação de Solo’. A próxima devolutiva será no dia 16/2, no Teatro Lauro Gomes, no Rudge Ramos, cujo debate será ‘Redes de Infraestrutura’ e o último encontro (em 23/2), na EMEB Isidoro Battistin, no Batistini, terá como pauta ‘Matriz Ambiental’.

“Até aqui foram realizadas doze oficinas temáticas, territoriais e audiências públicas com participação da sociedade civil, além de encontros envolvendo técnicos de várias secretarias da prefeitura. Mais de 1000 pessoas estiveram presentes nos encontros, além outras 1000 que assistiram às transmissões ao vivo das audiências. Pelo site da prefeitura foram enviadas 470 sugestões por participação popular. Contamos sempre com a população para debater temas essenciais para a nossa cidade”, destacou Mauro Valeri, secretário-adjunto de Obras e Planejamento Estratégico.

DEBATES COMEÇARAM EM JANEIRO – As primeiras audiências públicas para a revisão do Plano Diretor começaram em janeiro. Foram três encontros, nos dias 12, 19 e 30 para debater eixos da cidade como ocupação do solo, rede de infraestrutura e matriz ambiental.

Também no primeiro mês deste ano, a Administração realizou reuniões territoriais de captação de informações junto à comunidade, além oficinas setoriais junto ao mercado imobiliário, indústria e comércio.

Dentre as demandas apresentadas pelos munícipes estão o incentivo à novas indústrias, gerando assim mais emprego local, regularização fundiária com sustentabilidade, criação de novos equipamentos de cultura para a periferia. Também é demanda da população a proteção de nascentes, estudo regional para resíduos sólidos, além de debate sobre expansão da mobilidade urbana.

ACERTOS DA CIDADE NOS ÚLTIMOS ANOS – Durante os encontros neste início de 2024 para o debate da Revisão do Plano Diretor, ações da administração, que acontecem desde 2017, foram apresentados aos moradores como os novos corredores viários e de transporte coletivo (viaduto Mamãe Clory, Avenida José Odorizzi, duplicação do viaduto Tereza Delta, além dos terminais Grande Alvarenga, Batistini, obras do BRT e 47 novos quilômetros de corredores viários concluídos).

Obras de combate às inundações também contribuíram para a mudança positiva na cidade, como a do Piscinão do Paço, entregue em agosto de 2019, e o Piscinão do Jaboticabal, que está em execução pelo Governo Estadual. No âmbito econômico e de geração de empregos, destaque para novos empreendimentos logísticos na cidade, crescimento na oferta de postos de trabalho.

PROGRAMAÇÃO DE AUDIÊNCIAS PÚBLICAS (DEVOLUTIVAS)

8/2, às 19h
Tema: Uso e Ocupação do Solo
Local: Câmara Municipal (Plenário Tereza Delta) – Praça Samuel Sabatini, 50 – Centro

16/2, às 19h
Tema: Redes de Infraestrutura
Local: Teatro Lauro Gomes – Rua Helena Jacquey, 171 – Rudge Ramos

23/2, às 19h
Tema: Matriz Ambiental
Local: EMEB Isidoro Battistin – Estrada Galvão Bueno, 5085 – Batistini

Mostrar Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo