AtualidadesHomeO Canto do Joca

Vereador de São Bernardo critica os serviços de Saúde em Santo André

Joaquim Alessi

O vereador Fran Silva (Solidariedade), de São Bernardo do Campo, lançou duras críticas à gestão da Saúde pela Prefeitura de Santo André e responsabilizou o prefeito Paulo Serra (PSDB) e equipe pelo fato de “muitos andreenses” procurarem os serviços médicos são-bernardenses, onde, segundo ele, “a Saúde Pública funciona bem melhor”.

Sem atendimento

Fran Silva concedeu entrevista exclusiva a André Ribeiro, do Viva ABC, junto ao PA de Vila Luzita, em Santo André, neste domingo, quando afirmou: “Causa certa estranheza um vereador de São Bernardo falar de problemas de Santo André, pois o meu papel é fiscalizar o Executivo da minha cidade, e isso eu faço, só que nesses dois anos de mandatos eu venho fiscalizando o que acontece na Saúde Pública de São Bernardo, e nas UPAs, UBSs, PS eu encontro muitos amigos de Santo André utilizando serviço público de São Bernardo do Campo, e aí eu pergunto o motivo de eles virem para cá e eles dizem que o fazem porque na cidade deles não tem atendimento”.

Gastos ERRADOS

Fran Silva foi enfático ao declarar que “a UPA do Baeta e a de Vila São Pedro estão sobrecarregadas” pela população vizinha, e reclamou: “Santo André fechou sete UPAs (na verdade, foram sete UBSs), tem R$ 13 milhões para a agência fazer publicidade e em contrapartida tem R$ 9 milhões para compras de remédios básicos, sendo que de 500 remédios da lista hoje só tem 213”.

Não procede

A assessoria da Prefeitura de Santo André respondeu: “Não procede a informação de que a Prefeitura de Santo André não atende a população e sobrecarregue o atendimento de cidades vizinhas. Muito pelo contrário. A atual administração tem realizado diversos investimentos, por meio do programa Qualisaúde, para modernizar a rede de saúde da cidade, o que inclui a humanização do atendimento, qualificação dos trabalhadores, bem como adequação e modernização de equipamentos da rede municipal de saúde, proporcionando aos pacientes um novo padrão de qualidade.

Unidades

E acrescentou: “Somente no ano passado foram realizadas 11 entregas do Qualisaúde: Clínica da Família Jardim Cipreste, Policlínica Campestre, Policlínica Jardim Bom Pastor, Centro Médico de Especialidades Xavier de Toledo, Policlínica Parque Novo Oratório, Centro Médico de Especialidades Referência em Infectologia, Centro de Distribuição de Medicamentos, Centro de Diagnósticos do CHM e o Complexo Regulador Municipal, além da UPA Bangu (fechada na gestão anterior) e UPA Jardim Santo André.

Mais quatro

Segue a nota: “No primeiro semestre de 2019, a previsão é que outros quatro novos equipamentos sejam entregues: Policlínica Vila Humaitá, UPA Perimetral (fechada na gestão anterior), Reabilita e Policlínica Parque das Nações. Portanto, das sete unidades temporariamente fechadas para serem modernizadas, apenas duas ainda não foram reabertas: Policlínica Vila Humaitá e Parque das Nações, que, reiteramos, voltarão a prestar atendimento ainda neste semestre, totalmente modernizadas.

Contas

O presidente da Câmara Municipal de São Caetano do Sul, vereador Professor Pio Mielo (MDB), colocou na ordem do dia de hoje a votação do parecer do TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) desfavorável às contas de 2012 da segunda gestão do prefeito José Auricchio Júnior, mas será apreciado projeto de decreto-legislativo baseado em parecer de comissão que aprova as contas.

Etiquetas
Mostrar Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ver também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar