O Canto do Joca

SUS adota novo protocolo que facilita detectar e tratar a hepatite C

  Cerca de 80% das pessoas portadoras de hepatite C tem mais de 40 anos de idade. Só que 75% não sabem que convivem com a doença silenciosa. Nova portaria do SUS tornou muito mais fácil e gratuito o exame e o tratamento, que dura de 8 a 12 semanas com um comprimido diário. Quem nos revela essa informação importantíssima é o Dr. Eric Bassetti, gastroenterologista e gerente médico sênior da biofarmacêutica Gilead, especialista renomado. Gratuito
Formado pela Federal do Espírito Santo, com especialização em Minas Gerais, onde mora hoje, o Dr. Eric disse que o grande desafio é fazer chegar a todos os médicos a necessidade de eles solicitarem o exame da hepatice C aos seus pacientes. Basta uma gotinha de sangue e em 40 minutos sabe-se o resultado. Se positivo, o governo fornece os comprimidos, que, tomando-se um por dia, há cura garantida em 99% dos casos após oito ou 12 semanas.
 Peça o exame
Portanto, nada de esperar. Trata-se de uma doença silenciosa, assintomática, e,  quando se manifesta, depois de décadas, já está em estágio avançado de comprometimento do fígado. Quem tem mais de 40 anos de idade deve fazer o teste.
 Febre amarela
O Brasil confirmou 1.131 casos e 338 óbitos de 1º julho de 2017 a 27 de março. No mesmo período do ano passado, foram confirmados 660 casos e 210 óbitos.
 
Salgado
O ex-vereador e presidente da Apae de São Caetano, Jorge Martins Salgado, vai disputar as eleições parlamentares de outubro. Sobre se vai concorrer a uma cadeira no Palácio Nove de Julho, como deputado estadual, ou na Câmara Federal, em Brasília, a decisão será tomada nos próximos dias, após conversa com o líder do PTB no Estado, Campos Machado.
 Representação
Salgado disse ontem em entrevista ao Programa 30 Minutos, que São Caetano carece há muito tempo de uma forte representação na Assembleia Legislativa e no Congresso. “Pior é que o eleitor acaba dando seu voto para muita gente que só aparece por aqui em tempo de campanha, mas depois esquece que a cidade existe”, disse. 
 Evasão e prejuízo
A evasão no ensino superior e a alta desistência estão entre as maiores preocupações do setor. Os índices chegam a superar o número de conclusão e de formados e contribuem para a diminuição da lucratividade. Logo, se  a instituição consegue formar só a metade de alunos inscritos no início do curso, a conta não fecha, e os impactos negativos repercutem a médio e longo prazo. Quem diz é Marcelo Cosentino, vice-presidente dos segmentos de Professional Services da TOTVS.
 Tecnologia
Mas ele afirma que a IA (Inteligência Artificial), combinando tecnologia de ponta com processos e pessoas capacitadas,  gera benefícios para a instituição – que ganha mais rentabilidade – e para o País – que garante um futuro melhor, com mais educação e qualificação da sua população.
 Prisão já
A Associação Nacional do Ministério Público, que representa mais de 16 mil Procuradores e Promotores de Justiça, manifestou ontem apoio à atual jurisprudência do STF que autoriza o início da execução da pena após condenação em 2ª instância.

Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar