Politica

Editorial – Lei das selvas

 A cândida ministra Cármen Lúcia – atual presidente do Supremo Tribunal Federal – ordenou, em outubro, aos presidentes dos Tribunais de Justiça que enviem ao Conselho Nacional de Justiça dados sobre salários dos juízes do país. Não funcionou: “- Tem tribunal dificultando, e isso não pode acontecer”, lamentou.  
No “País das Maravilhas” pode. Aqui funciona a lei das selvas: quem pode mais chora menos. Potencialmente um dos países mais ricos do mundo, o Brasil é  de fato pobre, submetido e dependente. Milhões apáticos custeiam a farra com dinheiro público de alguns milhares de predadores. Isso também não pode acontecer, Carminha… 
Juízes de máxima instância jogam o papel de protetores de quadrilheiros impenitentes na cara dura, caso do Beiçola e outros, e os auxiliam a conter o Ministério Público e a Polícia Federal, depois de anestesiados os movimentos contra a corrupção epidêmica que devasta o país. Isso também não pode acontecer, Carminha… 
Um ditador – Evo Morales – que responde pela maior produção e tráfico de cocaína no mundo é recebido com honras de “Chefe de Estado” pelo presidente e autoridades judiciárias sem restrições legais. É o mesmo sujeito a quem Lula deu uma refinaria da Petrobrás de graça, sem indenização. Isso também não pode acontecer, Carminha… 
Mas, só tem malandro onde tem otários e, sob o rugir das feras, não adianta miar feito gatinhos… 
 

Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Fechar