Editorial

Editorial – O enfermo

 É fato sabido e confirmado que o planetinha desvairado está doente. O ser humano – o tal bicho-gente – responde por estragos cuja velocidade cresce em progressão geométrica de modo compulsivo. Agimos destrutivamente contra todas as formas de vida, incluindo a própria, e chamamos o desastre de “progresso”, “conquistas”… 
Os poucos que afirmam estarmos aqui para tudo destruir parecem ter razão. O que está feito até hoje e desde as origens é, definitivamente, o que a humanidade pode e sabe fazer. Pudesse melhor, melhor teria feito. Mas, somos pródigos ao enaltecer nossas próprias lambanças, atribuindo-lhes inclusive surreal caráter divino. 
Quando não, enveredamos a idolatrar mitos e lendas hipotéticas e a pôr a culpa das calamidades decorrentes em demônios improváveis, ambos frutos do imaginário popular astutamente manipulado. Basta ver quem e o quê escolhemos para nos representar, na política. São o nosso alter ego, nossa verdadeira cara. 
Podemos selecionar os menos ruins ou os piores, entrando em cena a questão de inteligência e índole. Ou, aleatoriamente, qualquer um de vez que o voto é obrigatório. O fato incontornável é que, num planeta em si enfermo, o país foi posto numa UTI da saúde pública e, pelo visto, das mais desmanteladas. 
Em 2.018 poderíamos mudar ligeiramente tal realidade, dando ao paciente alguma sobrevida. Ou então desligar-lhe, de vez, os aparelhos…
 

Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar