Politica

Editorial – Os cafuringas

 A sacanagem do “fundo eleitoral” de um bilhão e trezentos mil reais para as próximas eleições é um verdadeiro 171 contra a população. E o que está em baixa não é só o Temer e outros personagens, são os políticos em geral de todo o país. Falta-lhes o essencial: não têm vergonha na cara. 
Mas, as “pesquisas” (Eca!) mostram que princípios como ética e honestidade têm pouco ou nenhum valor para os que, seguidamente, botam os mequetrefes lá. Na “corrida do ouro” estão os mesmos salafrários de sempre, venerados pelos mesmos sacripantas de sempre. 
O Brasil está perdendo uma chance única, em sua História, de ser higienizado. A Lava Jato não se transformou em “limpa fossa” devido à indolência e leniência, apatia e covardia, ignorância e insensatez dos que, afastados os predadores mais ferozes, alimentam os simples carniceiros. O tal “povo” sumiu das ruas. 
Alardeava-se, meros quatro anos atrás, que: “- O gigante acordou!”. Erro crasso! Talvez desse umas espadanadas de afogado por ter mijado na cama. Salvo de um pesadelo e trocadas as fraldas geriátricas, tudo voltou como dantes, em terras de Abrantes.  
Teremos, em 2.019, o governo que merecermos. Se continuidade da canalhocracia, a culpa não será dos atuais candidatos, que agem pela própria natureza inqualificável. Será por conta do eleitorado – por ação ou omissão – a escolha dos cafuringas de turno. Mesmo que inaceitável!

Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar