Geral

Apae alega falta de repasse da Prefeitura de SCS

 O presidente da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de São Caetano, Jorge Salgado, alega que a Prefeitura da cidade, desde janeiro não tem repassado à instituição verba federal, já depositada na conta da Municipalidade. 
O recurso no valor de R$ 140 mil por mês, é para ‘custeio, manutenção e prestação de serviços”, diz Salgado, que ainda destaca: “atendemos só munícipes no Centro de Referência nas áreas de fisioterapia e reabilitação neurológica”. Por mês, na unidade da Apae na Alameda Araguaia, são realizados 700 atendimentos e seis mil procedimentos. De acordo com o presidente da instituição, todas as guias “são encaminhadas pelo Hospital São Caetano e assinadas pelos pacientes, o que comprova o atendimento realizado”.
Salgado completa que vários setores da Administração foram oficiados, como as secretarias da Fazenda e Saúde, além do prefeito e vice-prefeito, mas que ainda não teve qualquer parecer.
“Há um problema administrativo, que precisa ser resolvido, ou os atendimentos serão prejudicados”, disse Salgado ao garantir a manutenção dos serviços com os recursos da própria Apae.
Procurada a Prefeitura de São Caetano não se manifestou até o fechamento desta reportagem.

Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar