Politica

Editorial – Corda em casa de enforcado

 Segundo consta até o momento, pesquisas preliminares do Ministério do Desenvolvimento Social dizem que acima de um milhão de contratos do “Bolsa Família” foram cancelados ou bloqueados para maiores investigações, devido declarações fajutas, e cerca de 1,4 milhão de famílias deverão atualizar cadastros. A jurupoca vai piar! 
A revisão causaria corte de gastos inicial da ordem dos 2,5 bilhões de reais. Os números serão bem mais amplos, como se suspeita desde 2003, já na implantação do programa. Todavia, até o meio deste ano falar nisso era incontornável e indevassável tabu: a celeuma fazia-se geral. 
A coisa, parece-nos, mudou. A coleção de fantasmas tem de tudo: mortos, pessoas inexistentes, abastados proprietários urbanos e rurais, laranjas, grande quantidade de políticos e militantes dos partidos até há pouco no poder e todo tipo de picaretas. 
O engendro populista era garantir a miséria – ao invés de eliminá-la gerando empregos e postos de trabalho – para garantir o apoio popular com migalhas. Mas, a própria corrupção partidária melou o meio de campo gerando vigaristas em profusão, da cúpula às bases. 
O exército de abantesmas seria, ainda, a tropa de choque da “revolução” que deu chabu. Falhou por podridão precoce. Mas, as viúvas dos cadáveres insepultos ou exumados seguirão tendo chiliques, desses que ocorrem ao falar-se de corda em casa de enforcado. 
 

Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar