Esportes

Corinthians fica no zero a zero com o Nacional no Uruguai

 O Corinthians foi até Montevidéu, no Uruguai, encarar o Nacional pela primeira partida das oitavas de final da Libertadores. O confronto terminou como começou, em zero a zero. Sem grandes lances de emoções, a equipe brasileira ficou praticamente na retranca e tentou puxar o contra- ataque, mas a estratégia dos comandados de Tite não deu certo. O empate, à primeira vista, parece ser vantajoso para o Alvinegro Paulista, que definirá sua manutenção ou não na competição na partida de volta, em Itaquera, porém qualquer empate com gol favorece a equipe uruguaia, talvez a aposta de segurar o resultado, pode não ter sido boa estratégia. CONFUSÃOAo término do primeiro tempo o Corinthians criou pouco e o Nacional chegou com perigo nas bolas longas. No entanto, o momento mais quente da partida foi no intervalo. Jogadores dos dois times se estranharam. Corinthianos não gostaram da falta de Polenta em André e o empurra-empurra no gramado teve início. A confusão aconteceu depois que Fagner deixou a perna para machucar Nico. O clima ficou tenso e o árbitro amarelou um de cada lado. Elias e Polenta levaram amarelo logo após a confusão. Na etapa complementar, a partida continuou fria, assim como o clima em Montevídeu. A sessão de quedas de ambas equipes tomou conta para tentar segurar o resultado. Aos 40 minutos, o Corinthians forçou o ataque e tentou buscar o gol, mas o tempo foi implacável e tudo terminou como começou, em zero a zero.

Mostrar Mais

Walter Estevam

Casado, Publisher do Jornal ABC Repórter e da TV Grande ABC, Presidente da ACISCS, Ex-Presidente da ADJORI, Ex-Presidente da ABRARJ, Ex-Professor Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Jornalista, Publicitário, Apresentador dos programas 30 Minutos e Viaje Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar